Anatel autoriza uso dos 700 MHz para 4G em SP

A Anatel autorizou nesta terça-feira, dia 24/07, o uso da faixa dos 700 MHz pelas empresas de telefonia em Saulo Paulo (SP) e nos municípios de Santo André, São Bernardo e São Caetano do Sul. Essa faixa era utilizada pelas empresas de radiodifusão, para a transmissão do sinal analógico de TV, que está sendo desligado em todo país. Até o fim do ano, o país contará somente com sinal digital, que tem melhor qualidade de som e imagem. A faixa dos 700 MHz vai permitir a transmissão de banda larga móvel, com maior velocidade, chegando a uma transmissão até três vezes maior.

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, explicou que Florianópolis será a última capital a ter a faixa desocupada e lembrou que o sinal analógico será desligado no dia 14 de agosto nas regiões Norte e Centro-Oeste, mas que a faixa já está liberada nessas localidades. “Cerca de 3.803 municípios já estão liberados, o que beneficia mais de 60% da população brasileira”, disse.

O superintendente de Outorgas da Agência, Vitor Elisio Menezes, afirmou ser um grande avanço a antecipação de quase um ano na autorização do uso da frequência de 700 MHz (4G) em São Paulo e nos municípios de Santo André, São Bernardo e São Caetano do Sul. A autorização estava prevista para ocorrer em 31 de dezembro de 2019, ou seja, nove meses após o desligamento do sinal analógico de TV em vários municípios.

Vitor Elisio espera um volume considerável de estações licenciadas em breve e citou a importância para o 4,5 G. “Para nós é uma grande vitória juntamente com a Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (EAD), disse. O superintendente explicou que foram realizados estudos técnicos que permitiram a convivência (do uso dos 700MHz pela radiodifusão e banda larga). “Cerca de 3.800 cidades já estão aptas para utilizar o 4G em 700 MHz, das capitais falta somente Florianópolis que nas próximas semanas deve ser autorizada”, contou.

Na reunião o representante da TIM, Marcelo Mejias, reconheceu o trabalho do Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (GIRED) e os esforços para chegar a esse resultado. Ele disse que a expectativa é ampliar a cobertura e aumentar a velocidade dos serviços oferecidos pela empresa.

O diretor de Regulamentação da Telefônica, Marcos Bafutto, parabenizou os esforços conjuntos da Anatel e demais participantes e destacou “o trabalho técnico de grande dimensão” realizado.

A representante da Claro, Monique Barros, destacou a satisfação pelos esforços realizados e destacou que a autorização vai promover o crescimento do 4G (LTE), além da melhoria da qualidade. Reisla Macêdo da Algar reiterou o dito pelos demais e parabenizou a equipe.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here