As razões que fazem da Premier League um dos melhores torneios do mundo

O futebol não costuma precisar de muita coisa para ser celebrado e reproduzido por seus amantes ao redor do mundo. Às vezes basta apenas uma tampinha de refrigerante perdida no chão e alguns garotos sedentos por gritar “gol”. Outros, um pouco mais afortunados pelos deuses do desporto bretão, destilam o amor pelo esporte em campinhos, com uma bola de verdade.

Uma quantidade mínima desses amantes do futebol que se destacam não apenas pela paixão, mas também pelo talento destoante, conseguem ganhar a vida fazendo aquilo que mais amam: disputar pelejas profissionais. Algumas centenas desembarcam na Inglaterra — terra dos inventores do futebol — para jogar na Premier League, um dos campeonatos mais prestigiados e bem jogados em todo o planeta.

O torneio, nascido na temporada 1992-1993, surgiu com o intuito de dar uma nova cara ao futebol inglês, arranhado ao longo de anos pelos Hooligans e com a necessidade de se reformular também economicamente. De lá para cá, cada vez mais o certame cresce e chama a atenção de patrocinadores, jogadores, torcedores nativos da Terra da Rainha e entusiastas do bom futebol do mundo todo.

Os motivos que levam tanta gente a acompanhar o campeonato inglês tão de perto são diversos, vão desde o alto nível técnico apresentado pelas equipes até os times que o compõe.

MUITA EMOÇÃO
Com maneiras tão distintas que os times têm de jogar, fica difícil de não acompanhar partidas emocionantes, com grande quantidade de gols marcados e ataques fulminantes de ambos os lados. Só na primeira rodada da atual temporada, por exemplo, foram marcados 25 tentos. Para quem deseja ver um bom futebol com emoção, é só pegar a pipoca, ficar ligado no Netbet apostas desportivas e se deliciar com que a Premier League tem a oferecer.

A DISPUTA PELO TÍTULO
Diferente dos outros grandes torneios nacionais de ligas vizinhas e também famosas (Espanha, Alemanha, Itália, e França), a Premier League não costuma deixar que poucos times disputem o título, assim como não está habituada a hegemonias. Seis times são considerados com grande potencial para abocanhar a taça: Arsenal, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Chelsea e Tottenham. Desde a temporada 2008-2009, quando o United venceu o tricampeonato, a Premier League não permite que um time leve a taça por dois anos consecutivos.

MUITOS CLÁSSICOS
Devido ao grande número de times que têm potencial para conquistar o título, o número de jogos considerados clássicos é grande. Na temporada 2018-2019, que iniciou recentemente, por exemplo, já teve o Arsenal enfrentando o City logo na primeira rodada. Na terceira leva de confrontos, United enfrenta o Tottenham. O que não faltam são grandes partidas…

MULTICULTURALISMO
Sem dúvidas, uma das coisas mais ricas que o campeonato inglês tem a oferecer é sua mistura de ideias e nacionalidades, dentro e fora das quatro linhas. No campo, atletas de diversos países atuam juntos e formam equipes com futebol muito bonito e efetivo. No banco de reservas, há treinadores provenientes das mais diferentes nações, como espanhóis, argentinos, ingleses, portugueses, italianos…

Isso faz com que a maneira dos técnicos enxergarem o jogo seja diferente e acrescente ainda mais inventividade dentro do riscado. O resultado dessa equação? Imprevisibilidade — uma grande marca da Premier.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here